banner

Os Amigos do Daesh

in Poesia
16. 08. 22

Os Amigos do Daesh

O nosso leitor Asdrúbal Mil-Folhas voltou a enviar-nos um dos seus poemas, desta vez o tema aborda "Os Amigos do Daesh"...

I
Foi em tempos idos, um dialéctico
De todos lhe tirarem o chapéu!
Hoje em dia aburguesou-se
Este velho e abominável ilhéu!

II
De seu nome Arnaldo Matos
Este usurpador e prepotente!
Os que nunca fizeram nada no partido
Agora têm um sorriso contente!

III
De bajulação em bajulação
Assim vai o partido dos liquidacionistas!
Agora são grandes “trabalhadores”
Estes “eméritos comunistas”!

IV
Arnaldito vai a todas
Este escriba prolífico!
O que escreve já cheira mal
Por favor, metam-no no frigorífico!

V
Escreve textos em catadupa
Coitado, farta-se de trabalhar!
Mas para não dizerem que são dele
Manda o lulu Paisana assinar!

VI
Vai assim esta confraria
Tentando enganar os tolos!
Engana-se a ele e aos operários
Prometendo-lhes papas e bolos!

VII
Triste partido aonde chegou
Com esta cambada de convencidos!
Deixaram de ser marxistas-leninistas
Para se tornarem bandidos!

VIII
Os gajos do Daesh agradecem
Estes simpáticos amigos e aliados!
Quando o povo português despertar
Estes apoiantes estão tramados!

Director: Carlos Fidalgo - carlos.fidalgo.10@sapo.pt